Voltar

Pistas do Papa em Małopolska

Pistas do Papa em Małopolska

Pistas do Papa em Małopolska são as pistas turísticas que comemoram as caminhadas do padre, bispo e cardeal Karol Wojtyła – Papa Polaco, sendo ao mesmo tempo uma resposta para a apelação do Papa santo João Paulo II: “Tomem conta para mim destas pistas” (Nowy Targ, 1979). A primeira Pista do Papa na Polónia foi marcada pelos serranos no ano 1983, logo depois da visita do Papa em Tatras e a sua excursão pela pista amarela até o albergue PTTK na clareira Polaca Chochołowska, chamada depois com o seu nome, até  Vale Jarząbcza. No ano 2003, no 25 aniversário do pontificado do Papa Polaco, foram marcados e assinalados as Pistas do Papa em todas as cordilheiras das montanhas de Małopolska. É uma proposta para as pessoas que desejam seguir os vestígios das suas caminhadas, e também conhecer os lugares e arredores que eram lhe particularmente próximos. O turismo praticado pelo cardeal Wojtyła era alegre, mas ao mesmo tempo calmo e reflexivo. Nas montanhas descansava de forma ativa, caminhando a pé ou andando de esqui, contemplava, admirava a natureza e as paisagens – a beleza da obra de Deus. Caminhava sozinho ou na companhia de um pequeno grupo de inteligência jovem de Cracóvia, padres conhecidos, professores das escolas superiores. As Pistas do Papa coincidem muitas vezes as tradicionais pistas turísticas da PTTK que existiam já nos tempos do cardeal Karol Wojtyła. Nos lugares mais importantes foram assinaladas também com as placas e indicações.

Percurso das pistas: Caminho do Papa “Sursum Corda” é a rota que o Papa santo João Paulo II percorreu durante a sua Peregrinação à Pátria no ano 1997: Krzeptowki - Gubałowka - Ząb – Ludźmierz

As Pistas do Papa nas montanhas Pieniny: pista a pé de Prehyba (1175 metros acima do nível do mar) ao logo do caudal Sielski até Szlachtowa, comemorando o caminho que Karol Wojtyła percorreu várias vezes, também no Inverno de esqui; e também a pista aquária – ao longo da descida do Danúbio (o futuro papa percorreu a famosa Descida de Pieniny de canoa).

As pistas de passeio do Papa à volta de Raba Wyżna são (Rabska Gora – Ubocz – Rokiciny Podhalańskie – Łysa Góra – Jamne – Rabska Góra), Caminho do nome de padre cardeal Karol Wojtyła e Caminho de nome do Papa João Paulo II (Rabska Gora – Krzyż Milenijny – Raba Wyżna – Stromówka – Żeleźnica – Kierówka – Bielanka – Sieniawa – Rabska Góra).

O percurso da última excursão do cardeal Karol Wojtyła em Beskid Żywiecki, antes de conclave no ano 1978: entre Skawica e Sucha Góra – Albergue PTTK na Hala Krupowa – passo de montanhas Krowiarki.

Pista do Papa na Terra Jordanowska: Jordanów - Toporzysko – Wysoka - Góra Ludwiki (653 m n.p.m.).

Pista de Corações Brancos:  Rzyki-Jagodki – Aldeia Groń do João Paulo II onde se encontra a capela do papa.

A Pista da Nossa Senhora -ao longo da Pista de Rosa Dourada: Dębniki -  Skawina - Radziszów - Kalwaria Zebrzydowska – Wadowice - Sucha Beskidzka - Maków Podhalański - Jordanów - Spytkowice - Rabę Wyżną – Ludźmierz

Com a primeira função do Karol Wojtyła – vigário na paróquia em Niegowić em Pogórze Wielickie – está ligada a Pista de Papa Niegowić– Łapanów.

A Pista do Papa de Cracóvia: Salwator –Bielany – Kryspinów – Krzeszowice – Czerna - Balice.

Pista de lugares do papa na Terra Chrzanowska: Chrzanów - Trzebinia - Płoki - Alwernia - Mętków

Pista do Papa de Małopolska de nome de João Paulo II. A parte principal da pista tem cerca de 230 km de comprimento: Kalwaria Zebrzydowska - Żar – Jaroszowicka Gora – Wadowice - Groń Jana Pawła II - Leskowiec – Łamana Skała – Hucisko - Koszarawa – Czerniawa Sucha– Hala Kamińskiego – Zawoja – Skawica – Hala Krupowa – Polica – Zubrzyca Gorna – Raba Wyżna – Rabska Gora – Sieniawa – Ludźmierz – Nowy Targ - Kowaniec – Hala Rusnakowa – Turbacz – Czoło Turbacza - Kamienica – Gorc – Ochotnica Dolna – Lubań – Krościenko – Dzwonkowka – Prehyba – Stary Sącz.

Multimídia

Reproduzir Reproduzir

Recursos Relacionados